Publicidade

Correio Braziliense

Condenado a 150 anos, Madoff desiste de apelar de sentença


postado em 09/07/2009 15:00

O financista Bernard Madoff, 71, condenado a 150 anos de prisão por ter arquitetado a maior fraude da história de Wall Street, decidiu não apelar da sentença, informou nesta quinta-feira (9/07) seu advogado. "Decidimos não apresentar uma apelação", disse Ira Sorkin, expirado o prazo legal de 10 dias para efetuar o trâmite.

Segundo especialistas, uma eventual apelação não teria nenhum efeito, porque mesmo na improvável hipótese da concessão de uma redução da pena, esta equivaleria a uma sentença de prisão perpétua, dada a idade do condenado. A condenação a 150 anos foi o epílogo do escândalo que começou no dia 11 de dezembro, quando a estrela de Wall Street e ex-presidente do conselho da Nasdaq foi desmascarado como um fraudador. A partir de 1979, Madoff montou um "esquema de pirâmide" com o qual ganhou US$ 65 bilhões, oferecendo investimentos com rentabilidade alta e financiada com os fundos dos novos investiores. Com a certeza de que não sobreviverá à priso, Madoff espera agora que sejam definidas em que condições passará o resto de seus dias.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade