Publicidade

Correio Braziliense

Bernard Madoff é obrigado a fazer trabalhos manuais na prisão


postado em 20/07/2009 17:58

O financista Bernard Madoff, condenado a 150 anos de prisão por uma fraude de US$ 65 bilhões (a maior da história de Wall Street), cumpre mais de sete horas diárias de trabalho manual na prisão onde está detido, informou nesta segunda-feira o jornal The New York Post. Madoff, de 71 anos, foi levado na semana passada de Nova York para Butner, na Carolina do Norte (leste), uma das principais prisões federais dos Estados Unidos, que tem nível de segurança intermediária e proporciona certo conforto aos presos.

Segundo o Post, as autoridades "deram a ele um trabalho na sessão de gravações da prisão, onde são fabricadas placas para escritórios e portas das sete da manhã às duas e meia da tarde". Madoff está se adaptando perfeitamente às condições de vida da penitenciaría, segundo uma fonte citada pelo jornal, que tem um familiar trabalhando na mesma sessão. Ainda de acordo com a fonte, a maioria dos presos o respeita, embora alguns tenham cogitado agir com hostilidade "para ganhar notoriedade" na prisão. "Todo mundo sabe quem ele é", disse. O financista veste o uniforme obrigatório dos detentos, e come sem se queixar a comida servida pela cantina da penitenciária. Com o tempo, poderá usar o lucro gerado por seu trabalho para comprar alimentos na loja da prisão e cozinhar em sua própria cela.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade