Publicidade

Correio Braziliense

Greve dos Correios impossibilita entregas rápidas


postado em 17/09/2009 15:38

Os serviços de entrega rápida dos Correios - Sedex Hoje, Disque Coleta, Sedex 10 - continuam suspensos nesta quinta-feira (17/9), no segundo dia de greve dos funcionários da estatal. Segundo a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), todas as agências estão abertas, no entanto, com quantidade de funcionários reduzida.

Desde esta quarta-feira (16/9), cerca de 80% dos servidores da área operacional da empresa, de acordo com levantamento do Sindicato dos Trabalhadores de Correios e Telégrafos (Sintect), estão parados. A categoria exige o reajuste salarial de 41,03% e mais R$ 300 no piso da categoria, a redução de jornada de trabalho e a contratação de mais servidores por concurso. Em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional, o diretor-presidente do Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo (Ibedec), José Geraldo Tardin, enfatizou que o consumidor deve ficar atento às faturas e boletos remetidos via postal pelas empresas de origem das cobranças. "O consumidor não está isento do pagamento em virtude da greve dos correios. O que ele deve fazer é ligar na empresa, anotar o nome do atendente, do protocolo, a data e a hora que está ligando e solicitar que a empresa disponibilize uma segunda opção de pagamento", orientou. Às 15h de hoje os grevistas programam assembleia em frente ao Ministério das Comunicações, onde irão analisar proposta da ECT feita no fim da tarde de ontem. A empresa propõe reajuste imediato de 9% e um aumento linear de R$ 100 para todos os empregados a partir de janeiro de 2010.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade