Publicidade

Correio Braziliense CRISE

Produção de alumínio cai 7,5% no país em 2009


postado em 20/02/2010 16:40

Relatório divulgado pela Associação Brasileira do Alumínio (ABAL) revela que a produção nacional de alumínio primário atingiu 1,5 milhão de toneladas em 2009. Essa quantidade é 7,5% menor frente o resultado de 2008, quando a produção foi de 1.661,1 mil toneladas de alumínio.

O desempenho reflete a desaceleração econômica de 2008, os cortes de investimentos e de empregados no período mais agudo da crise financeira e a queda nos preços das commodities metálicas.No mês de dezembro do ano passado, foram produzidas 128,6 mil toneladas de alumínio em todo o Brasil, volume 7% inferior ao gerado em dezembro de 2008.

Entre as principais produtoras do minério no país, apenas a Companhia Brasileira de Alumínio  (CBA) produziu mais em janeiro quando comparado com igual mês de 2009. Registrou uma alta de 1,5% e sinaliza que a crise para o setor pode estar perto do fim. Todas as outras empresas geraram menos alumínio no mês, situação semelhante ao que ocorreu em 2009.

Durante todo o ano passado, a Albras fabricou 454,3 mil toneladas de alumínio; a Alcoa, de Poços de Caldas 65,3 mil toneladas; a Companhia Brasileira de Alumínio 471,3 mil toneladas; a Novelis 100,2 mil toneladas;o Consórcio de Alumínio do Maranhão (Alumar) 260,5 mil e a BHP Billiton, 173,5 mil toneladas. De todas as empresas apenas a CBA e a Novelis não tiveram queda na produção em 2009 comparado ao ano anterior.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade