Publicidade

Correio Braziliense

Superavit chinês dispara


postado em 10/06/2010 21:23

O superavit comercial chinês disparou em maio, chegando a US$ 20 bilhões de dólares, em meio a pressões dos parceiros do primeiro exportador mundial para que valorize a moeda local, o yuan. O excedente é muito superior ao registrado em abril, de US$ 1,68 bilhão. Tanto as exportações como as importações se fortaleceram em relação a maio de 2009, um ano em que o comércio exterior chinês foi muito prejudicado pela recessão econômica mundial e a consequente redução do consumo internacional. "O forte crescimento das exportações e do saldo não passará despercebido em Washington", comentou ontem Brian Jackson, analista no Royal Bank of Canada.

Os Estados Unidos, que sofrem um deficit comercial crônico com a China, é o país que ataca com mais virulência o câmbio baixo, que torna as exportações chinesas mais competitivas. Com a China retomando o crescimento forte, essas pressões se tornam mais insistentes.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade