Publicidade

Correio Braziliense

Confiança da indústria diminui em agosto


postado em 31/08/2010 11:10

Brasília - O índice de Confiança da Indústria (ICI), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), caiu de julho para agosto pela terceira vez consecutiva neste ano. De um mês para o outro, o número passou de 113,6 para 112,9 pontos, levando em conta o ajuste sazonal. Segundo a FGV, embora seja ainda elevado em termos históricos, o ICI de agosto é o menor desde novembro de 2009.

A trajetória de declínio começou de forma lenta em março, quando o índice atingiu 116,5 pontos, o segundo maior nível histórico, que foi recorde em novembro de 2007, com 116,9 pontos.

O equilíbrio atual no nível dos estoques industriais é um dos quesitos do ICI. Deverá haver aumento do volume de produção entre agosto e outubro, segundo a pesquisa, que consultou 1.173 empresas. Entre elas, 43,7% preveem aumento do volume de produção e 12,1% apostam na redução nos próximos três meses.

Outro indicador pesquisado pela FGV, o Índice da Situação Atual (ISA) recuou 1,4% em agosto e chegou a 115,1 pontos – o menor nível desde fevereiro deste ano. O resultado é 3,4 pontos abaixo da média do período pré-crise (entre julho de 2007 e junho de 2008).

Houve aumento de 0,3%, em agosto, no Índice de Expectativas (IE), após duas reduções consecutivas, passando de 110,4 para 110,7 pontos. Esse percentual se mantém acima do patamar médio pré-crise, de 109,8 pontos, de acordo com a FGV. O Nível de Utilização da Capacidade Instalada da Indústria reduziu-se de 85,1% para 84,9% de julho para agosto.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade