Publicidade

Correio Braziliense

Aumentam compras de brasileiros em Buenos Aires


postado em 14/10/2010 11:13

Buenos Aires - Em setembro, os turistas brasileiros aumentaram em 214% as compras feitas na capital argentina em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com informações divulgadas pela Global Blue, uma das empresas locais que operam o sistema de devolução do Imposto sobre Valor Agregado (IVA). O imposto, embutido no preço dos produtos, é restituído ao turista no momento em que ele volta ao país de origem.

Os brasileiros superaram, em muito, os chilenos, uruguaios, venezuelanos, norte-americanos e espanhóis, que também fazem parte da estatística de consumidores fascinados com os preços quase sempre competitivos que encontram nas centenas de lojas espalhadas pela Rua Florida. Eles ajudaram a transformar o local numa espécie de referência internacional de compras boas e baratas, uma vez que o real está sobrevalorizado em relação ao peso (moeda argentina), na proporção de 2 por 1.

No entanto, uma outra estatística, elaborada pelo Consulado do Brasil na capital argentina, mostra o lado diferente e pouco divulgado dessa intensa atividade na Rua Florida. É nessa mesma rua que os brasileiros se tornaram alvo das quadrilhas especializadas em roubo de carteiras, bolsas e mochilas. Na maioria dos casos, eles ignoram cuidados básicos de segurança.

No mês de setembro, 2.150 brasileiros precisaram de um documento chamado Autorização de Retorno ao Brasil (ARB), concedido exclusivamente pelo consulado em casos de perda ou roubo de documentos. No mesmo período de 2009, foram emitidas 1.385 autorizações, que são retidas pela Polícia Federal brasileira quando o viajante chega ao país.

Antes de ir ao consulado requisitar a ARB, o turista que tem viagem marcada para o mesmo dia da ocorrência precisa registrá-la em qualquer delegacia policial. As ARBs são entregues de imediato, diferentemente de um passaporte. O Consulado do Brasil em Buenos Aires tem plantão permanente para atender a esse tipo de emergência e pode ser contatado pelo telefone 15 4199-9668. Além disso, há informações no site http://www.conbrasil.org.ar/CONSBRASIL/info_tur_brasileiro.asp#4.

Cofre

As estatísticas do consulado registram que julho é o mês em que as ARBs são emitidas com maior frequência, principalmente devido ao roubo de bolsas e carteiras onde os turistas guardam documentos importantes para sua movimentação por Buenos Aires, como passaporte ou carteira de identidade. Uma recomendação básica do consulado para os turistas é que deixem os documentos no cofre do hotel onde estão hospedados, levando consigo uma cópia.

Com frequência, cidadãos de Buenos Aires entregam ao consulado documentos descartados nas ruas pelos ladrões. O principal interesse dos ladrões é dinheiro ou objetos de valor. Cartões de crédito geralmente são descartados, pois eles sabem que seus proprietários, normalmente, tomam a iniciativa de bloqueá-los o mais rápido possível.

Além da Rua Florida, o bairro de La Boca – onde estão o ponto turístico Caminito e o estádio de futebol La Bombonera – é outro local onde os turistas brasileiros frequentemente são roubados. Muitos deles, ignorando recomendações da própria polícia argentina, passeiam por La Boca à noite, exibindo sofisticadas máquinas fotográficas, colares e anéis, objetos facilmente detectados por bandidos no local.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade