Publicidade

Estado de Minas

Tim tem planos de contribuir com Plano Nacional de Banda Larga


postado em 04/05/2011 20:05

O presidente da Tim, Luca Luciani, disse nesta quarta-feira (04/05), após reunião com o ministro das comunicações Paulo Bernardo, que a empresa tem planos para contribuir com o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL).

"Ha uma demanda reprimida no interior do pais e só as operadoras moveis podem oferecer dados nesses locais de difícil acesso", declarou Luciani. O executivo disse ainda que se forem desatados os gargalos nas áreas de transmissão de dados para o interior, as teles móveis poderão ajudar a promover "muitos avanços" para o setor.

Luca ressaltou que a oferta de banda larga popular no atacado pode ser feito também pelas teles privadas, em parceria com a Telebrás. "A viabilidade econômica da prestação do serviço no interior depende diretamente do custo, oferecer o serviço a R$ 35, como prevê o PNBL é possível, tanto que já fazemos isso nas grandes cidades. Para isso, deve haver mais concorrência no interior", emendou Luciani.

Há cerca de uma semana, Paulo Bernardo admitiu a necessidade de investimentos da ordem de R$ 3 bilhões , até 2014, por parte da iniciativa privada para financiar a implementação da infraestrutura necessária ao PNBL. Outros R$ 4 bilhões serão custeados com recursos do tesouro.

  • Tags
  • #
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade