Publicidade

Estado de Minas

Greve geral dos caminhoneiros paralisa fábrica da Fiat na Itália


postado em 24/01/2012 11:57 / atualizado em 24/01/2012 17:09

A produção na fábrica da Fiat na Itália foi suspensa devido à greve geral dos caminhoneiros contra o imposto que fez aumentar o preço do combustível.

A paralisação nas fábricas da Fiat em Pomigliano, Cassino, Melfi, Mirafiori e Sevel Val di Sangro começou pela manhã e deve continuar à tarde por causa da falta de peças provocada pela greve. Não há data para o reinício das operações. A Fiat forma o maior grupo industrial da Itália e um dos maiores do mundo, com operações em mais de 60 países.

A greve, iniciada nesta terça-feira (23/1), já causou problemas de trânsito no país. Os caminhoneiros bloquearam a passagem de carros em diversas estradas italianas. Mais cedo, a polícia dissipou um bloqueio perto de Nápoles.

“Terá de haver uma solução que dê esperança aos trabalhadores. O trabalho deles é muito cansativo e os caminhoneiros de outros países têm formas de ser mais competitivos”, disse o líder do sindicato CISL, Raffaele Bonanni.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade