Publicidade

Estado de Minas

BC espera moderação no crescimento do crédito imobiliário no país


postado em 25/04/2012 14:35

O crédito imobiliário no país deve crescer com moderação, apesar de a atual taxa de expansão ser bastante expressiva, disse nesta quarta-feira (25/4) o chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Tulio Maciel.

De acordo com os dados do BC, em março, o crédito habitacional com recursos direcionados (operações com taxas e recursos pré-estabelecidos em normas governamentais) apresentou saldo de R$ 201,393 bilhões, alta de 2,9% em relação a fevereiro, e de 41,7%, em 12 meses. Maciel lembrou que, em 2010, o crédito imobiliário cresceu 50,4%, com redução do ritmo para 44%, em 2011.

“A expectativa ainda é moderação nessa modalidade porque o ritmo de crescimento foi muito intenso em períodos anteriores”, destacou.O crédito imobiliário no país deve crescer com moderação, apesar de a atual taxa de expansão ser bastante expressiva, disse hoje (25) o chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Tulio Maciel.

De acordo com os dados do BC, em março, o crédito habitacional com recursos direcionados (operações com taxas e recursos pré-estabelecidos em normas governamentais) apresentou saldo de R$ 201,393 bilhões, alta de 2,9% em relação a fevereiro, e de 41,7%, em 12 meses. Maciel lembrou que, em 2010, o crédito imobiliário cresceu 50,4%, com redução do ritmo para 44%, em 2011.

“A expectativa ainda é moderação nessa modalidade porque o ritmo de crescimento foi muito intenso em períodos anteriores”, destacou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade