Publicidade

Estado de Minas

Claro, Tim, Vivo e Oi vencem licitações da telefonia 4G no Brasil


postado em 12/06/2012 13:47

A primeira vencedora das licitações da telefonia móvel de quarta geração (4G) foi a Claro, do bilionário mexicano Carlos Slim. A operadora levou o lote 2, com lance final de R$ 844,52 milhões, um ágio de 34,01% sob o valor inicial (R$ 630,19 milhões). Ela e a Oi disputaram por três rodadas de propostas e contrapropostas, até a desistência da segunda colocada, cujo limite foi R$ 804,30 milhões.

Leia mais notícias em Brasil/ Economia/ Política

Em seguida, a Vivo arrematou após quatro rodadas o segundo lote, ao oferecer R$ 1,05 bilhão, ágio de 66,61%. TIM e Oi apresentaram proposta inicial de R$ 630,19 milhões e a Vivo, R$ 705 milhões. As duas últimas ficaram, portanto, com os dois últimos lotes restantes.

O leilão, realizado até o início desta tarde pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), não trouxe grandes surpresas e confirmou a divisão entre as quatro maiores operadoras do país — Claro, Vivo, TIM e Oi — dos quatro grandes lotes que dão direito a explorar o novo serviço em âmbito nacional.

O vencedor de cada lote ficava impedido de disputar a faixa seguinte. Como não houve interessadas pelo lote inaugural, de internet rural, com frequência de 450 megahertz (MHz), ele passou a ser atrelado aos dois lotes seguintes, os mais cobiçados.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade