Publicidade

Estado de Minas

Parlamentares querem criar CPI para investigar problemas em telefonia móvel


postado em 08/08/2012 07:12

Deve ser entregue hoje à mesa diretora da Câmara requerimento de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os problemas da telefonia móvel no país. Segundo o deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), que, com Ronaldo Nogueira (PTB-RS) e Marquezan Júnior (PSDB-RS), comanda a iniciativa, já foram coletadas 220 assinaturas de apoio, bem mais que o número mínimo necessário (171). "Vamos cercar esse tema para que não caia no esquecimento e os brasileiros não continuem pagando por serviços mal prestados", comentou Goergen.

Também hoje, a 11ª Vara Cível de Curitiba dever avaliar o pedido do Ministério Público do Paraná para suspender imediatamente as vendas de chips da TIM no estado. A ação coletiva proposta ontem pela Promotoria de Defesa do Consumidor pede que a operadora cumpra imediatamente as metas de qualidade impostas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), sob pena de multa diária de R$ 500 mil.

Ontem, o juiz Yale Sabo Mendes, do Juizado Especial Cível da Comarca de Cuiabá, condenou a TIM a pagar indenização de R$ 24.880, por danos morais, a uma cliente. Ele entendeu que a empresa vinha "derrubando" as chamadas de usuários do plano Infinity. Mais cedo, o Procon do Rio Grande do Sul assinou acordo com Claro, Oi, TIM e Vivo, fixando medidas para que as operadoras melhorem a qualidade dos serviços.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade