Publicidade

Estado de Minas

Fundador da CVC foca agora na hotelaria. Plano é investir R$ 1 bilhão

Guilherme Paulus reformula a marca, cria bandeiras internacionais e traça plano de R$ 1 bilhão para estar em todas as capitais até 2014


postado em 17/09/2012 20:09

Um dos fundadores da operadora de viagens CVC, o empresário Guilherme de Jesus Paulus(foto: Divulgação)
Um dos fundadores da operadora de viagens CVC, o empresário Guilherme de Jesus Paulus (foto: Divulgação)
São Paulo - Um dos fundadores da operadora de viagens CVC, o empresário Guilherme de Jesus Paulus, quer seu nome seja cada vez mais associado à hotelaria, não somente voltado à classe C, mas, principalmente, ao topo da pirâmide. Com a GJP Participações, holding que carrega suas iniciais, ele planeja investir e participar de projetos que somam mais de R$ 1 bilhão em investimentos até 2014. O objetivo do empresário é ampliar atuação da subsidiária GJP Hotéis & Resorts, rede de hotéis fundada em 2007 e da qual Paulus também é o presidente, e reformular a marca com a criação de três bandeiras. A expectativa é operar em todas as capitais até o ano da Copa do Mundo. Atualmente, a rede opera em sete capitais 14 hotéis (sete próprios e sete administrados), entre eles, o exclusivo Saint Andrews, em Gramado (RS), premiado como o melhor hotel de luxo do país.

“Até 2014, investiremos R$ 500 milhões, sendo 40% com capital próprio e o restante via empréstimos bancários, na reformulação da nossa rede própria e buscaremos parcerias para a construção de novas unidades para estarmos em todas as capitais do país”, afirmou Paulus, hoje, em São Paulo, ao apresentar os planos de expansão do grupo. Esses investimentos englobam a reforma do primeiro hotel da rede, o Serrano Resort (RS), e as obras de quatro novos empreendimentos: Hotel da Bahia, em Salvador (BA), um hotel no Aeroporto do Galeão (RJ), um resort em Aracaju (SE) e um resort em Ipioca (AL).

* a jornalista viajou a convite da GJP

Leia a matéria completa na edição desta terça-feira (18/9) do Correio Braziliense

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade