Publicidade

Estado de Minas

Ministro da Economia defende estratégia da Espanha


postado em 13/10/2012 09:00

Tóquio - A medida que o tempo passa, a estratégia da Espanha se mostra correta, afirmou o ministro espanhol da Economia, Luis de Guindos, para quem a redução do déficit público é "inevitável".

O ministro, que participa em Tóquio da assembleia do Fundo Monetário Internacional (FMI), afirmou que mantém a meta 4,6% do déficit público para 2012 e que o importante é "dissipar as dúvidas" sobre a economia do país.

Ao ser questionado sobre um possível pedido de resgate financeiro da Espanha, Guindos disse que "cada vez se tem mais informação, mais conhecimento dos elementos e isto, logicamente, mostra que a estratégia do governo espanhol era a correta, a medida que passa o tempo". Mas Guindos não descartou a possibilidade de um pedido de resgate.

 
Leia mais notícias em Economia

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade