Publicidade

Estado de Minas

CMN reduz juros para financiamento de projetos de inovação tecnológica

Com recursos de R$ 3,5 bilhões, o Subprograma Inovação financia planos de negócios, processos de pesquisa e desenvolvimento e inovações em produtos, processos e marketing


postado em 30/04/2013 20:41

O Conselho Monetário Nacional (CMN) diminuiu, de 5% para 3,5% ao ano, os juros das linhas de crédito para projetos de inovação tecnológica do Programa de Sustentação do Investimento (PSI). A medida beneficiará dois subprogramas com orçamento de R$ 4 bilhões, voltados para o financiamento de processos de pesquisa e desenvolvimento e para a aquisição de máquinas com baixo consumo de energia.

Leia mais notícias em Economia

Com recursos de R$ 3,5 bilhões, o Subprograma Inovação financia planos de negócios, processos de pesquisa e desenvolvimento e inovações em produtos, processos e marketing. Com orçamento de R$ 500 milhões, o Subprograma Máquinas e Equipamentos financia a compra, o aluguel e a produção de máquinas e equipamentos com maior eficiência energética.

Nos dois subprogramas, os financiamentos podem ser parcelados até 144 meses (12 anos), sendo que o principal da dívida só começará a ser pago depois de 48 meses (dois anos).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade