Publicidade

Estado de Minas

Governo e produtores começam a discutir nova fórmula da cerveja

Nova receita deve permitir a adição de ingredientes de origem animal como leite e mel, além de chocolate, frutas e ervas


postado em 20/08/2013 16:27

Pode ser autorizado o uso de cereais como arroz e milho além da cevada e lúpulo(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Pode ser autorizado o uso de cereais como arroz e milho além da cevada e lúpulo (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento começou a discutir nesta terça-feira (20/8) com produtores de cerveja a instrução normativa que mudará a fórmula da bebida. A nova receita deve permitir a adição de ingredientes de origem animal como leite e mel, além de chocolate, frutas e ervas. Também pode ser autorizado o uso de cereais como arroz e milho além da cevada e lúpulo. A flexibilização do preparo é uma reivindicação dos produtores e valerá também para os países do Mercosul.

As discussões com o setor privado ocorrem no auditório da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e vão até amanhã (21). Após o debate com os fabricantes, o texto da instrução normativa será levado ao Mercosul. A expectativa do governo é que as alterações vigorem a partir de 2015.

Leia mais notícias em Economia

A intenção é criar mais variedades com as alterações na fórmula de preparo da cerveja, que atualmente deve conter 55% de cevada e adição de lúpulo. Segundo o governo, o diferencial no sabor trará competitividade ao produto brasileiro e beneficiará os pequenos produtores artesanais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade