Publicidade

Estado de Minas

Samsung aposta em mercado corporativo do Brasil e lança área de negócios

Objetivo da empresa é saltar de um faturamento global de US$ 211 bilhões este ano para US$ 400 bilhões em 2020


postado em 19/11/2013 11:54 / atualizado em 19/11/2013 13:31

A coreana Samsung, líder de mercado em vários setores de tecnologia, realiza, nesta terça-feira (19/11), o lançamento oficial da área de negócios corporativo no Brasil, durante o Samsung Enterprise Business Summit 2013, no World Trade Center, em São Paulo. A empresa pretende focar o chamado Business to Business (B2B0 para chegar a um faturamento de US$ 400 bilhões até 2020.

Marcelo Zuccas, vice-presidente de Negócios para América Latina da Samsung, afirmou que o Brasil é o segundo país no mundo que está recebendo maciço investimento na área corporativa, o primeiro foi na China há seis meses. "Não divulgamos valores, mas posso dizer que é maior investimento já realizado em B2B no mundo", disse.

Leia mais notícias em Economia

Atualmente, a Samsung tem uma das 10 marcas mais famosas do mundo e está na oitava posição. "Passamos de um faturamento de US$ 97 bilhões em 2008 para US$ 188 bilhões em 2012. Nossa projeção é faturar US$ 211 bilhões este ano", estimou Zuccas. O grande objetivo da empresa coreana é chegar a US$ 400 bilhões até 2020, por isso a importância do investimento em B2B, já que a Samsung já tem a liderança do mercado em vários setores de tecnologia, como na venda de smartphones, com 30% de market share, TVs (30% de participação), monitores (17,7%) e LED (18%).

Samsung aposta em monitores profissionais para substituir cartazes(foto: Simone Kafruni/Esp. CB/D. A Press)
Samsung aposta em monitores profissionais para substituir cartazes (foto: Simone Kafruni/Esp. CB/D. A Press)


"Nossa empresa é a segunda no mundo que mais registra patentes. Fazemos investimentos de US$ 10 bilhões em pesquisa e desenvolvimento para inovação e design. E queremos focar, cada vez mais, nossa abordagem corporativa", ressaltou Zuccas. Para chegar aos novos consumidores, ou seja, grandes corporações, a Samsung aposta em monitores profissionais, que deverão substituir os cartazes de sinalização analógica, e impressoras profissionais, que já incorporam multifunção, como gerenciamento de documentos através de escaneamento. "Os principais concorrentes usam nossa tecnologia nessas áreas, pois nós vendemos componentes, o que faz com que a Samsung seja extremamente competitiva", destacou

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade