Publicidade

Estado de Minas

Camex prorroga antidumping para escovas chinesas por mais cinco anos

A redução do imposto de importação destina-se a solucionar o desabastecimento temporário das substâncias contempladas


postado em 26/11/2013 18:23

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior estendeu por cinco anos o direito antidumping sobre a importação de escovas de cabelo chinesas. Além disso, aprovou a redução do imposto de importação de cinco substâncias químicas. As medidas foram publicadas nesta terça-feira (26/11) no Diário Oficial da União.

No caso das escovas chinesas, o Sindicato da Indústria de Móveis de Junco e Vime e Vassouras e de Escovas e Pincéis do Estado de São Paulo pediu a prorrogação da medida antidumping, que estava para vencer. Após análise, técnicos do ministério proferiram decisão favorável. Os produtos continuarão sendo sobretaxados em valores que variam de US$ 12,55 a US$ 15,67 por quilo.

Leia mais notícias em Economia

A redução do imposto de importação destina-se a solucionar o desabastecimento temporário das substâncias contempladas. Dos produtos, quatro são utilizados na fabricação de inseticidas e um para dar opacidade a mercadorias que passam por processo de tinturaria. As alíquotas para importação dos produtos variavam entre 10% e 14% e foram reduzidas para 2% por um período de 12 meses.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade