Publicidade

Estado de Minas

Família Guinle quer indenização por terreno em aeroporto de Guarulhos

Os herdeiros da família esperam receber R$ 5 bilhões em indenização do governo. O valor é pouco menos de um terço dos R$ 16,2 bilhões obtidos pelo leilão de privatização do terminal


postado em 09/01/2014 09:09

O argumento é de que o Aeroporto de Guarulhos não poderia ser privatizado(foto: Alana Rizzo/CB/D.A Press)
O argumento é de que o Aeroporto de Guarulhos não poderia ser privatizado (foto: Alana Rizzo/CB/D.A Press)


Cinco integrantes da família Guinle preparam para ingressar neste semestre com uma ação na Justiça para reaver a posse de terreno onde está localizado o Aeroporto Internacional de Guarulhos, na grande São Paulo, o maior do país. A área de 9,7 milhões de metros quadrados em disputa foi doada à União em 1940, durante a Segunda Guerra Mundial, pelo tradicional clã da sociedade carioca.

Os herdeiros José Eduardo, Luiz Eduardo, Octávio Eduardo, Georgiana e Gabriel esperam receber R$ 5 bilhões em indenização do governo. O valor é pouco menos de um terço dos R$ 16,2 bilhões obtidos pelo leilão de privatização do terminal, em 6 de fevereiro de 2012, do qual saiu vitorioso o consórcio liderado pela Invepar. O contrato de concessão é válido por 30 anos.

Leia mais notícias em Economia

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade