Publicidade

Estado de Minas

Em dez anos, campanhas de recall atenderam a cerca de 60% dos consumidores

O número aumentou de 33 campanhas, em 2003, para 109, no último ano, segundo a Secretaria nacional do Consumidor


postado em 15/01/2014 14:14

A Secretaria Nacional do Consumidor apresentou nesta quarta-feira (15/1) um balanço de dez anos de campanhas de recall no país, com uma média de 60% de atendimentos por campanha.

Segundo a secretária nacional do Consumidor, Juliana Pereira da Silva, em 2003, quando o Ministério da Justiça começou a registrar os procedimentos, houve 33 campanhas de recall. Em 2013, esse número subiu para 109. “A maior articulação do sistema de fiscalização e monitoramento impôs uma mudança de postura das empresas, estimulando o chamamento e a diversidade de produtos a oferecerem o recall”.

Leia mais notícias em Economia

Para a secretária, o desafio é também de estimular os consumidores a atender o chamamento das empresas e realizar o atendimento. “Essa média de 60% é muito baixa. O consumidor leva em conta o valor agregado e a descartabilidade dos produtos, por isso o maior percentual de atendimento é para recall de veículos. Atendimento de 100% é minoria”, disse Juliana.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade