Publicidade

Estado de Minas

Banco Central alerta para os riscos no uso de moedas criptográficas

Matéria publicada ontem no Correio mostrou que, embora ainda desconhecido de grande parte da população, o bitcoin é cada vez mais aceito no Brasil, de lojas de roupas a um chaveiro


postado em 19/02/2014 19:00

(foto: REUTERS/Jim Urquhart )
(foto: REUTERS/Jim Urquhart )


O Banco Central divulgou nesta quarta-feira (18/2) uma nota sobre os possíveis riscos de moedas criptográficas, como o bitcoin. O site da instituição alerta para os riscos da moeda não ter uma unidade emissora, a volatilidade dos preços dos bitcoins, que desvalorizou 80% nos últimos meses -- devido, segundo o banco, ao baixo volume de transações e a pouca aceitação como meio de troca -- e o uso em atividades ilícitas, o que pode envolver o usuário em investigações criminais.

Apesar do tom alarmista do Banco Central do Brasil, outros governos aceitaram melhor a ideia, como é o caso da Alemanha, que reconheceu o potencial do bitcoin como um meio de realizar transações privadas. Matéria publicada ontem no Correio mostrou que, embora ainda desconhecido de grande parte da população, o bitcoin é cada vez mais aceito no Brasil, de lojas de roupas a um chaveiro. Na Campus Party deste ano, havia um caixa eletrônico de bitcoins. Leia a íntegra da nota aqui.

Com informações de Thiago Amâncio

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade