Publicidade

Estado de Minas

Justiça considera greve dos Correios, em 13 estados, como abusiva

Os funcionários devem retomar as atividades a partir da 0h desta sexta-feira (14/3)


postado em 13/03/2014 12:05 / atualizado em 13/03/2014 12:20

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) julgou, nessa quarta-feira (12/3), como abusiva a greve de funcionários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). A paralisação, iniciada em janeiro, ocorre em 13 estados e atinge 3,9% do efetivo total.

De acordo com a decisão, os funcionários devem retomar as atividades a partir da 0h desta sexta-feira (14/3). Caso a medida não seja cumprida, o TST estipulou multa de R$ 20 mil por dia, a ser pago pela Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect).

Leia mais notícias em Economia

O tribunal determinou que serão descontados 15 dias não trabalhados, na folha de pagamento de abril. O restante dos dias parados serão compensados. Afirmou ainda que os Correios garantem todos os atuais direitos dos trabalhadores, como o benefício do plano de saúde.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade