Publicidade

Estado de Minas

Sem Rússia, G7 sugere Londres como sede alternativa para reuniões

A expulsão da Rússia do grupo de países é uma das sanções internacionais contempladas pela comunidade internacional caso Moscou mantenha sua postura de instigar a separação de regiões russófonas da Ucrânia, como a Crimeia


postado em 15/03/2014 18:58

Berlim - O Reino Unido sugeriu que Londres seja uma sede alternativa para o G7, caso a Rússia seja expulsa do G8 por sua posição frente à Ucrânia - informou neste sábado (15/3) a revista alemã Der Spiegel.

A proposta de Londres foi bem recebida pelos outros seis membros do Grupo de países mais industrializados (EUA, Alemanha, Japão, França, Canadá e Itália), revelou a Der Spiegel, que cita fontes próximas ao gabinete da chanceler alemã Angela Merkel.

Leia mais notícias em Economia


A Rússia seria o país anfitrião da próxima cúpula do G8, que ocorreria em Sochi, que acabou de sediar os Jogos Olímpicos de inverno.

A expulsão da Rússia do grupo de países é uma das sanções internacionais contempladas pela comunidade internacional caso Moscou mantenha sua postura de instigar a separação de regiões russófonas da Ucrânia, como a Crimeia, que realizará, neste domingo, um referendo sobre sua anexação ao país vizinho.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade