Publicidade

Estado de Minas

Rede de cafeterias Starbucks muda sede europeia de Amsterdã para Londres

"Esta mudança significará que vamos pagar mais impostos no Reino Unido", lembrou a empresa americana


postado em 16/04/2014 11:06

A Starbucks tem metade de seus estabelecimentos europeus na Grã-Bretanha, com 7.500 funcionários(foto: Fabrice Coffrini/AFP)
A Starbucks tem metade de seus estabelecimentos europeus na Grã-Bretanha, com 7.500 funcionários (foto: Fabrice Coffrini/AFP)


Londres
- A rede americana de cafeterias Starbucks, criticada no Reino Unido por suas práticas para pagar menos impostos, anunciou nesta quarta-feira (16/4) que mudará de Amsterdã para Londres sua sede regional para a Europa, Oriente Médio e África.

"Esta decisão fala por si só: Londres é o local ideal para desenvolver nossa atividade europeia", declarou Kris Engskov, presidente do departamento europeu, africano e de Oriente Médio (EMEA) da empresa.

A Starbucks tem metade de seus estabelecimentos europeus na Grã-Bretanha, com 7.500 funcionários.
"Esta mudança significará que vamos pagar mais impostos no Reino Unido", lembrou a empresa americana.

Leia mais notícias em Economia

Em dezembro de 2012, a rede de cafeterias e outras multinacionais de peso, como Google, Amazon e Apple, foram investigadas por uma comissão parlamentar britânica por suas práticas fiscais, que resultavam no pagamento de poucos impostos em comparação com seu sucesso.

A Starbucks anunciou então que abandonava estas técnicas e que pagaria 20 milhões de libras a mais de impostos entre 2013 e 2014 (33,5 milhões de dólares, 24,2 de euros).

A Starbucks abriu seu primeiro café na Europa em 1998 e atualmente conta com 2.000 em 35 países. O mercado britânico "é o mais importante e o de crescimento mais rápido na Europa", declarou a empresa.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade