Publicidade

Estado de Minas

Último lote do Imposto de Renda contempla 1,4 milhão de contribuintes

No lote, foram incluídas também restituições liberadas da malha fina das declarações do período de 2008 a 2013


postado em 08/12/2014 11:45

O sétimo e último lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física 2014, liberado para consulta nesta segunda-feira (8/12), contempla 1.427.609 contribuintes, totalizando mais de R$ 1,6 bilhão. No lote, foram incluídas também restituições liberadas da malha fina das declarações do período de 2008 a 2013.

A consulta pode ser feita na página da Receita Federal na internet, pelo telefone 146 ou por meio de tablets e smartphones com os sistemas iOS (Apple) ou Android.

O crédito bancário para 1.491.181 contribuintes será feito no dia 15 de dezembro, totalizando o valor de R$ 1,8 bilhão, incluindo idosos e contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou portador de moléstia grave.

Os montantes de restituição para cada exercício e a respectiva taxa de juros (Selic) aplicada, podem ser conferidos na tabela a seguir.

Tabela do Imposto de Renda(foto: Divulgação/Receita Federal)
Tabela do Imposto de Renda (foto: Divulgação/Receita Federal)


A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la pela internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF, informa a Receita.

Leia mais notícias em Economia

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contactar, pessoalmente, qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento pelo telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade