Publicidade

Estado de Minas

Altos impostos afastam investidores tailandeses do mercado brasileiro

A reclamação foi feita durante uma missão do governo de Goiás que levou empresários brasileiros até Bangcoc para tentar estreitar parcerias comerciais


postado em 26/05/2015 08:00 / atualizado em 26/05/2015 12:00

Bangcoc - Os altos impostos praticados pelo Brasil sobre pescados importados foram tema de uma reunião entre empresários da área que se encontraram em Bangcoc para discutir possíveis parcerias. O encontro ocorreu durante uma missão do governo de Goiás que levou pessoas da área de negócios alimentícios para a Tailândia.

O que mais incomoda os investidores é a diferença entre as taxas impostas sobre produtos específicos. Enquanto o atum do país asiático entra no Brasil submetido a uma alíquota de 16%, o imposto de 32% sobre a sardinha impede que o pescado chegue as prateleiras nacionais. Isso ocorre porque o maior exportador do peixe para o nosso mercado doméstico, o Equador, tem um acordo de isenção tributária.

A Thai Union, uma das grandes produtoras tailandesas de pescados congelados, tem grande interesse em trazer seu produto para o Brasil. Embora o atum enlatado já seja importado pela norte-americana Otis McAllister, ainda não foi possível encontrar uma maneira de trazer a sardinha a um preço competitivo.

Leia mais notícias em Economia

O embaixador da Tailândia no Brasil, Pitchayaphant Charnbhumidol, encara que a redução dessa taxa como uma de suas missões no posto. Para ele uma solução seria propor uma diminuição gradativa dos valores, mas admite que não será fácil. “Há também uma questão política”, explica ele, ao analisar a relação comercial entre Equador-Brasil.

O assunto deve voltar a ser discutido nesta terça-feira (26/5), durante um encontro da delegação brasileira com membros da Câmara de Comércio Tailandesa.

A repórter viajou a convite da Embaixada da Tailândia no Brasil

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade