Publicidade

Estado de Minas

Receita disponibiliza aplicativo para rascunho da declaração de 2016

De acordo com dados da Receita, 69 mil contribuintes utilizaram a ferramenta neste ano, sendo que 4 mil baixaram o aplicativo em celulares ou tablets


postado em 21/07/2015 15:53

A Receita Federal anunciou nesta terça-feira (21/7) o novo aplicativo de rascunho da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2016. O software está disponível no site do Fisco e nas lojas virtuais de celulares e tablets que rodam com sistema operacional Android. Nos próximos dias, de acordo com Carlos Roberto Occaso, subsecretário de Arrecadação da Receita, a ferramenta também estará disponível para download nas lojas da Apple.

“Trata-se de uma facilidade para os contribuintes preencherem a declaração. Eles tinham que guardar dados o ano inteiro para reunir esses documentos para poder preencher a declaração e agora eles podem fazer ao mesmo tempo”, disse Occaso. Segundo ele, o aplicativo estará disponível até o dia 28 de fevereiro de 2016 e seus dados ficarão armazenados em uma área separada dentro da base de dados do Fisco. Depois disso, o software será bloqueado pela Receita e só poderá ser recuperado por meio de importação para a declaração. Apesar disso, o técnico assegurou que os dados ficam em um ambiente seguro.

Leia mais notícias em Economia

“O rascunho é uma facilidade para o cidadão. A Receita não tem interesse ao acesso aos dados do contribuinte”, afirmou Occaso. De acordo com ele, há algumas novidades no aplicativo de rascunho deste ano, como a possibilidade de importar os dados da declaração do ano anterior e a facilidade de poder alterar a palavra-chave no próprio aplicativo baixado. Antes, não era possível alterar essa senha.

O aplicativo de rascunho do IRPF da declaração do ano passado foi lançado em 3 de novembro de 2014 e ficou disponível até o dia 28 de fevereiro de 2015. De acordo com dados da Receita, 69 mil contribuintes utilizaram a ferramenta, sendo que 4 mil baixaram o aplicativo em celulares ou tablets. Occaso reconhece que esse número é muito pequeno perto do universo de mais de 26 milhões de pessoas que prestaram contas ao leão, mas ele acredita que essa facilidade “atende um grupo de pessoas que busca se antecipar para fazer a declaração”. Ele não revelou qual é a expectativa do número de usuários neste ano. “No próximo ano, vamos lançar o aplicativo do rascunho no dia 1o de maio”, avisou o subsecretário. Segundo ele, o maior benefício é a economia de tempo na hora de preencher a declaração entre março e abril do próximo ano. Ao invés de horas, o contribuinte conseguirá executar a tarefa em “poucos minutos”, pois já preencheu a maioria dos campos aos poucos e com calma.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade