Publicidade

Estado de Minas

Adams espera que debate com TCU sobre 'pedaladas' seja 'técnico'

O TCU concedeu um prazo inédito de 30 dias para Dilma esclarecer "distorções" encontradas pelos auditores do tribunal nas contas federais de 2014


postado em 22/07/2015 18:28

O Advogado Geral da União, Luis Inácio Adams, disse no final da tarde desta quarta-feira (22/7) esperar que o debate sobre a defesa do governo Dilma Rousseff no Tribunal de Contas da União (TCU) seja "eminentemente técnico". Adams falou rapidamente com jornalistas logo após deixar o gabinete do presidente do TCU, Aroldo Cedraz, depois de protocolar a defesa formal da presidente.

Leia mais notícias em Economia

O TCU concedeu um prazo inédito de 30 dias para Dilma esclarecer "distorções" encontradas pelos auditores do tribunal nas contas federais de 2014. A principal delas é a chamada pedalada fiscal.

"Essa sistemática (as pedaladas) pode ser aperfeiçoada, mas isso depende de um debate técnico no TCU", disse Adams, que frisou que o governo está "tranquilo" e que a própria presidente Dilma "participou ativamente" da formulação da defesa. O governo espera convencer os ministros do TCU a aprovar as contas federais de 2014.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade