Publicidade

Correio Braziliense

CNA defende reforma trabalhista para retomada da economia

Em workshop realizado pela entidade nesta terça-feira (28/3), ele defende ajustes na legislação trabalhista sem perdas para os trabalhadores.


postado em 28/03/2017 11:16

A reforma trabalhista será uma ferramenta fundamental para um crescimento sustentável da economia brasileira. É o que avalia o presidente da Confederação da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (CNA), João Martins. Em workshop realizado pela entidade nesta terça-feira (28/3), ele defende ajustes na legislação trabalhista sem perdas para os trabalhadores.

O entendimento de Martins é que a reforma poderá garantir segurança jurídica para as relações trabalhistas. “Não interessa termos uma lei trabalhista que não funciona. É nossa esperança que o Brasil, com essas reformas, possa ser um país não mais de futuro, mas de presente. Onde os investidores e principalmente os produtores, e aqueles que, neste momento, sustentam a economia do país, possam ter segurança de continuidade naquilo que fazem”, disse.

A avaliação foi endossada pelo deputado federal Silas Brasileiro (PMDB-MG). “(A reforma trabalhista) demandará atuação para oportunidades que o texto trás ao setor produtivo, a exemplo do acordado sobre o legislado. É uma importante ferramenta para a construção de ambiente mais favorável de relações no campo com segurança jurídica, pois garantem respeito aos contratos”, avaliou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade