Publicidade

Correio Braziliense

Comissão Europeia se prepara para aplicar multa recorde a Google

Segundo as fontes, a multa ficaria entre 1,1 bilhão e 2 bilhões de euros, bem menor que o previsto nestes casos, de 10% do volume de negócios da empresa - em 2016, esse valor chegou a 90,3 bilhões de dólares na Google


postado em 26/06/2017 13:27

A Comissão Europeia se prepara para aplicar uma multa recorde na gigante tecnológica Google por abuso de posição dominante, disseram várias fontes da AFP nesta segunda-feira (26/6). A empresa teria favorecido sistematicamente seu comparador de preços, o Google Search, dentro do serviço do próprio buscador.  

Segundo as fontes, a multa ficaria entre 1,1 bilhão e 2 bilhões de euros, bem menor que o previsto nestes casos, de 10% do volume de negócios da empresa - em 2016, esse valor chegou a 90,3 bilhões de dólares na Google. 

O porta-voz da Comissão Ricardo Cardoso se recusou a comentar a informação. Já o porta-voz da Google, Mark Jansen, disse que a empresa está colaborando com a Comissão. "Acreditamos firmemente que as nossas contribuições para o comércio digital são boas para os compradores, os varejistas e a concorrência", afirmou. 


A investigação corre desde 2010, quando os concorrentes americanos Microsoft e TripAdvisor denunciaram a Google para Bruxelas. Em abril de 2015, a Comissão emitiu uma "comunicação de objeções", o equivalente a uma multa, reforçada em julho de 2016. 

A União Europeia avalia outros casos contra a Google por abuso de posição dominante. Um sobre sua plataforma de anúncios AdSense, e outro, sobre o sistema operacional Android. 

Em casos de acusações de abuso de posição dominante, a multa mais relevante emitida pela Comissão Europeia foi de 1,06 bilhão de euros contra a Intel, em 2009. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade