Publicidade

Correio Braziliense

Aneel aprova reajuste médio de 7,35% nas tarifas da CEB

Ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a agência considera a variação de custos associados à prestação do serviço


postado em 17/10/2017 17:48

A CEB fornece energia a cerca de 1 milhão e 50 mil unidades consumidoras localizadas no DF(foto: Reprodução/Internet)
A CEB fornece energia a cerca de 1 milhão e 50 mil unidades consumidoras localizadas no DF (foto: Reprodução/Internet)
Os consumidores do Distrito Federal vão ter aumento médio na tarifa de energia elétrica de 7,35% a partir do dia 22 de outubro, próximo domingo.
 
Nesta terça-feira (17/10), a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou reajuste tarifário para a Companhia Energética de Brasília (CEB). A empresa atende cerca de 1 milhão e 50 mil unidades consumidoras localizadas no Distrito Federal.
 
 
Ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a agência considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, bem como os encargos setoriais.
 
Para os consumidores residenciais cativos, da classe residencial de baixa tensão, o aumento será de 6,84%. As indústrias que consomem alta tensão terão as tarifas majoradas em 8,46%. Com isso, o efeito médio para o consumidor da CEB fica em 7,35%, segundo a Aneel.  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade