Publicidade

Correio Braziliense

SPC Brasil: Pequenas empresas têm mais demanda por crédito e investimento

O índice alcançou 13 pontos em outubro após uma leve alta de 2,6 pontos frente a setembro


postado em 23/11/2017 12:33

Com a queda dos juros e melhora no quadro econômico, as micro e pequenas empresas têm voltado a demandar crédito, mas ainda de forma muito lenta. Segundo levantamento do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), o índice alcançou 13 pontos em outubro após uma leve alta de 2,6 pontos frente a setembro.
 
 
Os dados mais positivos não escondem, porém, o desconforto dos empresários com a situação financeira do negócio. Apenas 9% deles têm a intenção de buscar crédito nos próximos três meses.

Apesar disso, o cenário é mais animador que em outubro de 2016, quando o índice estava em 12,3 pontos. O indicador varia de 0 a 100. “A estabilidade do indicador é um sinal positivo, porque evidencia que a confiança dos empresários de menor porte parou de cair”, apontou a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.
 
Segundo ela, os empresários não querem assumir compromissos financeiros de longo prazo por conta das dívidas das micro e pequenas empresas. A pesquisa mostrou que 26% acreditam que as taxas de juros ainda estão altas e 15% dizem que estão inseguros com a situação econômica do país.

Investimento 

A pesquisa também mostrou que a demanda por investimento melhoraram no final deste ano. A intenção de aplicar no próprio negócio subiu para 33,2 pontos entre os micro e pequenos empreendedores. O salto foi de 7,7 pontos em 12 meses.
 
Entretanto, a melhora não esconde o receio dos empresários em investir no próprio negócio. Quase 60% não pretendem investir, porque o país está em crise (21%) ou o caixa está com falta de recursos (10%).
 
Dos que pretendem aplicar, a intenção é ampliar os estoques (38%), reforma da empresa (31%), compra de equipamentos e máquinas (23%) e divulgação da empresa por meio de propaganda de comunicação (19%).  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade