Publicidade

Correio Braziliense

Ainda existe gasolina abaixo de R$ 4 no DF; veja onde abastecer

Na EPTG, em Taguatinga ou no Plano Piloto, consumidor que procura acha combustível até a R$ 3,82. Segundo especialistas, preço deve se manter no início de 2018


postado em 12/12/2017 06:00

Motoristas enfrentam filas em estabelecimentos que vendem combustível mais barato do que a média(foto: Luís Nova/Esp.CB/D.A. Press)
Motoristas enfrentam filas em estabelecimentos que vendem combustível mais barato do que a média (foto: Luís Nova/Esp.CB/D.A. Press)

Quem quer economizar com combustível no Distrito Federal deve ficar de olho nas promoções. Ontem ainda era possível comprar gasolina por menos de R$ 4 em vários pontos da capital. Levantamento feito pelo Correio (veja quadro abaixo), encontrou o litro nas bombas sendo vendido a até R$ 3,82, no Centro de Taguatinga. Em alguns postos da EPTG, é possível pagar R$ 3,89.

O consumidor que mora ou trabalha no Plano Piloto, entretanto, não precisa ir tão longe para conseguir abastecer por um preço abaixo da média — atualmente, em R$ 4,18. Tanto no Eixinho Sul quanto no Norte, é possível encontrar gasolina a R$ 3,99.
Para o vigilante Isaac Belarmino, 51 anos, os preços não estão de acordo com o bolso do brasileiro. “Os aumentos são constantes e não têm nenhuma explicação aceitável. Eles estão mudando os preços de acordo com a política deles, mas que política é essa?”, questionou. O diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura (Cbie), Adriano Pires, explica que as constantes atualizações têm justificativa. “Antes existia uma política artificial, a gasolina brasileira era mais barata, mas não seguia a lógica do mercado internacional. Agora, o consumidor paga o que a Petrobras gasta lá fora”, explicou.

A expectativa de preços para o primeiro trimestre de 2018 não se difere muito da atual. “O consumidor vai ter que esperar mais um pouco para ver quedas mais expressivas nos valores do combustível”, afirmou Pires. “A tendência é de que o preço se mantenha na mesma margem que está agora, de R$ 4, pelo menos até o terceiro mês do ano que vem”, acrescentou.

Para não ficar no prejuízo até lá, o consumidor tem adotando táticas para economizar. “Eu já separei um tempo no meu dia a dia para enfrentar filas de postos mais baratos. Vale a pena perder 15 minutos e economizar no combustível”, comentou Belarmino.

* Estagiária sob supervisão de Rozane Oliveira.

Reajuste


A Petrobras anunciou ontem reajuste nos preços de combustíveis nas refinarias. A gasolina terá alta de 1,4% e o diesel, de 1,8%. Os reajustes começam a valer a partir de hoje. Os ajustes de preços fazem parte da nova política adotada pela estatal em 3 de julho. Com a mudança, a companhia espera acompanhar as condições do mercado externo e enfrentar a concorrência. Agora, em vez de esperar um mês para mexer nos preços, a empresa avalia as condições internacionais e o reajuste pode ocorrer até diariamente.

Agulha no palheiro

Veja onde a gasolina está mais barata:

Posto/Endereço    Preço (R$)
Jarjour — Eixo L 206 Norte    3,999
Petrobras — SHS 111 Sul     3,999
Petrobras — EPTG (sentido Taguatinga)    3,989
Garantia — EPTG (sentido Taguatinga)    3,999
Ipiranga — EPTG (sentido Taguatinga)    3,899
Nenen’s — Taguatinga Centro    3,999
Petrolino — Taguatinga Centro    3,829
Safeway — EPTG (sentido Plano Piloto)    3,899

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade