Publicidade

Correio Braziliense

EBC abre PDV a partir desta segunda-feira

Empresa prevê redução de 22% do pessoal. Prazo de adesão vai até 22 de janeiro


postado em 18/12/2017 16:34

A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) abriu oficialmente nesta segunda-feira (18/12) o prazo de adesão ao Plano de Demissão Voluntária (PDV) da estatal, que termina em 22 de janeiro de 2018. De acordo com a assessoria da empresa o processo tem como objetivo “readequar a estrutura organizacional da Empresa, redimensionar a força de trabalho e reduzir custos, além de atender à antiga reivindicação dos empregados”.

“O PDV é uma conquista dos empregados que querem se desligar da Empresa de forma planejada. É o reconhecimento da EBC aos profissionais que a construíram. É, também, importante instrumento de gestão neste caminho que adotamos para reorganizar a empresa e torná-la mais leve e adaptada aos novos tempos”, afirmou o diretor-presidente da EBC. Laerte Rimoli, em nota da estatal.
 
 
O PDV da EBC foi aprovado pela Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest), do Ministério do Planejamento, na semana passada. De acordo com a assessoria da companhia, os gastos da União com o programa de demissões poderão chegar a cerca de R$ 90 milhões, caso haja a adesão total. Quinhentos e cinquenta e quatro empregados, em torno de 22% do quadro de pessoal, se enquadram nos critérios estabelecidos no plano oferecido pela empresa.

A expectativa do titular da Sest, Fernando Soares, enxugar o quadro atual da EBC, de aproximadamente 2,5 mil pessoas, em pelo menos 500 pessoas. Ele avisou que as vagas serão extintas, sem a possibilidade de recontratação, e, além disso, está sendo cogitada a extinção da TV Brasil ao longo desse processo. “A Sest fez um plano de reestruturação para a EBC. Acredito que há espaço para retirar 500 empregados que representaria cerca de 20% da empresa”, afirmou Soares.

De acordo com a nota da EBC, o valor do PDV deverá ser recuperado em nove meses seguintes aos desligamentos, ou seja, até dezembro de 2018. “Nos três primeiros meses de 2019, a estimativa é que a EBC economize R$ 42 milhões com pessoal”, informou a estatal.

Quem pode aderir


Poderão optar pelo PDV os empregados do quadro efetivo da EBC com idade igual ou superior a 53 anos e com 10 anos ou mais de exercício na empresa. E, também, os profissionais aposentados pelo INSS, independente do tempo de vínculo empregatício com a EBC. O empregado que aderir ao processo de demissão o terá o incentivo financeiro de 24 salários mensais, limitado ao valor máximo mensal de R$ 10 mil (teto de R$ 240 mil). Essa indenização será somada a incentivos sociais relativos aos planos de saúde e de previdência privada. A previsão é que os participantes sejam desligados da EBC até o final de março de 2018.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade