Publicidade

Correio Braziliense

Empresário compra Pizza Hut e KFC e planeja dominar setor fast-food no país

Carlos Wizard compra operações da Pizza Hut e KFC no país e acelera ousado plano de dominar setor


postado em 10/01/2018 06:00

(foto: AFP PHOTO / Ye Aung THU)
(foto: AFP PHOTO / Ye Aung THU)


São Paulo — 
No final de 2017, o empresário Carlos Wizard, um dos empreendedores mais dinâmicos do país, afirmou em entrevista ao Estado de Minas que 2018 seria um ano de muitas realizações. Demorou pouco mais de uma semana para o fundador da rede de inglês Wizard confirmar seu prognóstico. Dono da rede de alimentos saudáveis Mundo Verde e da cadeia de fast-food Taco Bell, entre muitos outros negócios, Wizard adquiriu as operações da Pizza Hut e KFC no Brasil. O valor da transação não foi revelado.

O acordo assinado com a companhia Yum! Brands, detentora das marcas Pizza Hut e KFC no mundo e maior empresa global de restaurantes, prevê que o empresário se torne máster franqueado das redes. Do ponto de vista prático, a assinatura do negócio o credencia como controlador das duas marcas no Brasil. Em troca, o empresário pagará royalties pelos direitos de exploração de nomes já consagrados no setor de alimentos. “Nosso plano é intensificar o crescimento das marcas em todo o território nacional”, diz Wizard (leia entrevista). “Vamos priorizar o interior do estado de São Paulo e Minas Gerais, mas temos candidatos interessados nas principais capitais do país, inclusive no Distrito Federal.”

Leia as últimas notícias em Economia

Wizard estreou no ramo de fast-food há dois anos, quando trouxe a mexicana Taco Bell para o Brasil. Todas as transações foram realizadas pela Sforza, gestora dos investimentos da família, que é administrada por Charles Martins e Lincoln Martins, filhos de Wizard. Caberá a eles a gestão das marcas e o relacionamento com os atuais franqueados, atividade nem sempre fácil, porque envolve um número grande de empreendedores.

A família Martins também comprou 14 unidades do KFC que pertenciam à Yum! Brands e prevê investir R$ 60 milhões até 2023 na abertura de 20 unidades próprias. Além disso, serão outras 35 lojas próprias da Pizza Hut, que deverão consumir R$ 75 milhões no mesmo período.

Em comunicado, a Yum! Brands informou que a estratégia global da empresa, que detém mais de 20 mil restaurantes no mundo é migrar suas operações para um modelo focado em franquias. “Esse movimento já está ocorrendo em outros mercados da Yum! no mundo.”, disse Marcelo Pinho, presidente da Yum! Brands Brasil, em nota. “Por meio de uma estrutura de master franquia, a Sforza investirá na expansão de novas lojas e no crescimento de ambas as marcas.”

Para Eduardo Tancinsky, consultor especializado em marcas, tanto KFC quanto Pizza Hut têm agora uma oportunidade única para, enfim, decolar no Brasil. “Elas estavam sem muitas perspectivas e precisavam de um bom impulso”, diz o especialista. “Com a ousadia de Wizard, as chances de o negócio prosperar aumentam.”

Wizard é dono de uma série de empresas e marcas, algumas delas ícones do universo empresarial brasileiro, como Rainha e Topper. Entre as investidas mais recentes, apostou em uma rede de produtos naturais, a Mundo Verde, que em pouco tempo se tornou a maior do ramo no Brasil, com mais de 400 endereços espalhados pelo país, e a Aloha, empresa de venda direta de cosméticos. Nem o mercado financeiro escapou. No final do ano passado, criou o Social Bank, banco digital que permite que pessoas físicas façam empréstimos entre si.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade