Publicidade

Correio Braziliense

Inflação de Brasília em janeiro é a menor do país, segundo IBGE

Com o resultado positivo em janeiro, Brasília saiu da ponta da cidade com inflação mais alta em 12 meses, mas ainda está um pouco acima da média do país


postado em 08/02/2018 09:47

O instituto percebeu um preço menor para o combustível em janeiro, quando alguns postos chegaram a vender o litro a R$ 3,75(foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)
O instituto percebeu um preço menor para o combustível em janeiro, quando alguns postos chegaram a vender o litro a R$ 3,75 (foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)
 
 
A inflação de Brasília foi a menor do país. Das 13 regiões pesquisadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a capital federal teve uma queda de preços em 0,15%, puxado pelo recuo da energia elétrica, em 5,19%, e do preço da gasolina, que caiu 1,68%. 

O instituto percebeu um preço menor para o combustível em janeiro, quando alguns postos chegaram a vender o litro a R$ 3,75. Já a energia caiu porque parou de ser cobrada a taxa adiciona R$ 0,03 por cada kwh consumido, referente a bandeira tarifária vermelha patamar 1, que vigorava em dezembro. 

Com o resultado positivo em janeiro, Brasília saiu da ponta da cidade com inflação mais alta em 12 meses, mas ainda está um pouco acima da média do país. De fevereiro a janeiro, o IPCA ficou em 2,87% na capital, enquanto registrou 2,86% no Brasil. A menor é de Belém, com 0,84%. Já a maior é de São Paulo, com 3,61%.

Das 13 regiões pesquisadas, seis estão acima de 3%, que é considerado o piso da meta de inflação. Na teoria, o governo tem que atingir, na média nacional, 4,5%, mas o índice pode variar 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade