Publicidade

Correio Braziliense

CNI faz crítica à intenção de ministro da Fazenda de elevar tributo

Em tom vago, a entidade afirmou que o caminho para o Brasil sair da crise passa por criar as condições necessárias para o País voltar a crescer


postado em 29/05/2018 12:06 / atualizado em 29/05/2018 12:10

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou nota nesta terça-feira (29/5), criticando o postura do ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, que admitiu na segunda-feira (28/5), a intenção do governo em aumentar tributos para cobrir a redução de impostos sobre o diesel prometida aos caminhoneiros. 

"Ao invés de querer aumentar ainda mais a já pesada carga tributária que pesa sobre o setor produtivo e a sociedade brasileira em geral, o governo deveria trabalhar para reduzir a burocracia e as despesas cada vez maiores do Estado brasileiro", avaliou a CNI. 

Em tom vago, a entidade afirmou que o caminho para o Brasil sair da crise passa por criar as condições necessárias para o País voltar a crescer. 

"Neste sentido, o ministro da Fazenda deveria se mirar nos países desenvolvidos que estão apostando na redução de impostos para fomentar a economia, atrair investimentos e gerar mais empregos", completa a confederação.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade