Publicidade

Correio Braziliense

Fed aumenta juros no EUA e cenário para investimentos no Brasil fica pior

Na prática, a alta dos juros norte-americanos faz com que os títulos do país fiquem mais atrativos


postado em 13/06/2018 15:49

Pela segunda vez neste ano, o Federal Reserve (Fed), o banco central dos Estados Unidos, aumentou a taxa de juros, saindo de 1,5% a 1,75% ao ano para 1,75% a 2% ao ano. A notícia é negativa para os países emergentes, incluindo o Brasil, porque prejudica os investimentos. 

Na prática, a alta dos juros norte-americanos faz com que os títulos do país fiquem mais atrativos. Com isso, os investidores podem migrar suas aplicações para os EUA. Depois do anúncio do FED, o IBovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo (B3) caia 2,14%, a 71.197 pontos, às 15h39. O dólar subia 0,59%, cotado a R$ 3,74. 

A elevação das taxas já era esperada pelo mercado. Com a alta do petróleo nos últimos meses, a inflação americana subiu, pressionando o Fed a aumentar os juros para controlar os preços. 

Na última reunião, que ocorreu em Maio, o Fed optou por manter a taxa, mas, em março, houve, também, uma elevação dos juros. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade