Publicidade

Correio Braziliense

Primeira semana de saques do PIS-Pasep tem resgates de R$ 792 milhões

Para terem o benefício, a pessoa deveria ter trabalhado entre 1971 e 1988


postado em 26/06/2018 18:04

(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

 
Os saques do PIS-Pasep atingiram R$ 792 milhões na primeira semana do novo cronograma de liberações, segundo o Ministério do Planejamento. A pasta informou que o movimento nas agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil foi “expressivo”. Entre os dias 18 e 22 do mês de junho, foram atendidas 613,8 mil pessoas. 

O balanço foi divulgado na tarde desta terça-feira (26/6) pelo Planejamento. Pessoas com menos de 60 anos foram incluídas no cronograma de resgates. Para terem o benefício, a pessoa deveria ter trabalhado entre 1971 e 1988. Anteriormente, a medida valia apenas para quem tinha mais de 60 anos. 

Considerando só os que estão abaixo desta faixa etária, foram sacadas 489,8 mil cotas no período, representando R$ 596,4 milhões. Os beneficiários que deixarem para sacar a partir de agosto receberão os valores referentes à remuneração do fundo no período de junho de 2017 ao mesmo mês deste ano. “Ainda não se sabe qual é esse percentual, mas a correção no exercício anterior foi de 8,9%”, destacou o Planejamento em nota. 

A primeira etapa do novo cronograma de saques termina na próxima sexta-feira (29/6). Em julho, haverá a pausa operacional para a correção dos valores das cotas, impossibilitando os saques. No dia 8 de agosto, os resgates são retomados. “Haverá a liberação das transferências eletrônicas (TED’s) para os cotistas que têm conta na Caixa e no Banco do Brasil”, informou a pasta.

Depois de 14 de agosto, o restante dos beneficiários poderão ter acesso ao dinheiro. No dia 29 de setembro termina o prazo para as pessoas com menos de 60 anos resgatarem os recursos. A partir deste período, o PIS-Pasep voltam a ser pagos considerando os critérios habituais de saques. 

A expectativa do governo federal é de sejam injetados R$ 39,3 bilhões na economia, considerando todos os públicos. O impacto potencial no Produto Interno Bruto (PIB) é de 0,55 ponto percentual. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade