Publicidade

Correio Braziliense

Desemprego vai para 12,7% no trimestre encerrado em maio, segundo IBGE

Ao todo, 13,2 milhões de pessoas estão a procura de empregos, o que representa uma queda de 3,9% em relação ao mesmo período do ano passado


postado em 29/06/2018 09:37

O número de pessoas empregadas com carteira assinada caiu 1,1% na comparação, chegando a 32,8 milhões(foto: Carlos Moura/CB/D.A Press)
O número de pessoas empregadas com carteira assinada caiu 1,1% na comparação, chegando a 32,8 milhões (foto: Carlos Moura/CB/D.A Press)

 
A taxa de desocupação no trimestre encerrado em maio (março, abril e maio) ficou estável em 12,7% na comparação com os três meses encerrados em fevereiro (dezembro, janeiro e fevereiro). Apesar disso, caiu 0,2 ponto percentual em relação com os três meses imediatamente anteriores (fevereiro, março e abril). Levando em consideração o mesmo trimestre de 2017, houve um recuo de 0,6 ponto percentual. 

Ao todo, 13,2 milhões de pessoas estão a procura de empregos, o que representa uma queda de 3,9% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados na manhã desta sexta-feira (29/6) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

No trimestre analisado, a população ocupada ficou em 90,9 milhões. O nível de ocupação (53,6%) sofreu uma redução de 0,2 ponto percentual frente ao trimestre encerrado em fevereiro.

O número de pessoas empregadas com carteira assinada caiu 1,1% na comparação, chegando a 32,8 milhões. Apesar disso, houve um acréscimo de 2,9% nos trabalhos informais, chegando a 11,1 milhões. O número de trabalhadores por conta própria ficou estável em 22,9 milhões. 

O rendimento médio habitual contabilizou R$ 2.187, em outra medida que ficou estável na pesquisa. Assim como a massa de rendimento real habitual, que se manteve em R$ 193,9 bilhões. As comparações levam em consideração o trimestre analisado (março, abril e maio) com os três meses encerrados em fevereiro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade