Publicidade

Correio Braziliense

Berlim compra parte de companhia elétrica estratégica para bloquear a China

A companhia 50Hertz fornece energia elétrica a 18 milhões de pessoas no leste e norte do país


postado em 27/07/2018 07:21

Berlim, Alemanha - O Executivo alemão anunciou, nesta sexta-feira (27/7), a compra de 20% da empresa gestora da rede nacional de distribuição elétrica 50Hertz para proteger a empresa - considerada estratégica - do interesse dos investidores chineses, cujo apetite gera crescente preocupação na Alemanha.

"O governo alemão tem, por questões de política de segurança, um grande interesse em proteger as infraestruturas energéticas", informou o Ministério da Economia, em um comunicado.

Por este motivo, "decidiu-se que o (banco público) KFW compre, por ordem do governo, os 20% postos à venda pelo operador da rede 50Hertz", acrescentou.

A companhia 50Hertz fornece energia elétrica a 18 milhões de pessoas no leste e norte do país.

Segundo a imprensa alemã, o governo de Angela Merkel manobrou nos últimos meses para evitar a compra dessa empresa elétrica por parte do grupo estatal chinês SGCC.

O interesse de Pequim nas empresas alemãs tem preocupado Berlim. No ano passado, o Bundestag aprovou um decreto para frear os investidores chineses que pretendem adquirir mais de 25% de uma empresa ligada a setores estratégicos, como o de infraestrutura, informática e energia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade