Publicidade

Correio Braziliense

Juros para quem paga o mínimo da fatura do cartão sobe para 261,1% ao ano

Essa é o maior percentual desde abril de 2017. No acumulado ano, variação é positiva em 23,8 pontos percentuais e nos últimos 12 meses o crescimento é de 31 pontos percentuais


postado em 27/07/2018 12:04

Nos últimos 12 meses, essa modalidade de financiamento encareceu 10,2 pontos percentuais(foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)
Nos últimos 12 meses, essa modalidade de financiamento encareceu 10,2 pontos percentuais (foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)

 
As taxas de juros para os consumidores que pagam apenas o mínimo da fatura do cartão de crédito, conhecido como rotativo regular, chegaram a 261,1% ao ano em junho, conforme dados do Banco Central (BC). Essa é o maior percentual desde abril de 2017. No acumulado do ano, variação é positiva em 23,8 pontos percentuais e nos últimos 12 meses o crescimento é de 31 pontos percentuais. 

Além disso, aqueles que fizeram a opção por parcelar a fatura do cartão tiveram de arcar com um custo anual de 168,1% no sexto mês do ano. Nos últimos 12 meses, essa modalidade de financiamento encareceu 10,2 pontos percentuais. No caso do cheque especial, o custo das operações registrou a terceira queda consecutiva. 

Entretanto, o consumidor ainda é obrigado a arcar com uma taxa de 304,9% ao ano, conforme os dados da autoridade monetária. Os juros do crédito pessoal não consignado ficaram estáveis no mês e se mantiveram em 114,7% em junho. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade