Publicidade

Correio Braziliense

Aneel aprova edital do leilão A-6 para contratar energia nova

O certame será realizado em 31 de agosto, com início de suprimento de energia gerada por fontes hidrelétrica, eólica e termelétrica previsto para janeiro de 2024


postado em 31/07/2018 12:04

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, nesta terça-feira (31/7), o edital do leilão A-6 (com previsão de geração em seis anos) para contratar energia elétrica proveniente de novos empreendimentos. O certame será realizado em 31 de agosto deste ano, com suprimento de energia elétrica de fontes eólicas, hidrelétricas e térmicas, previsto para janeiro de 2024.

Para o leilão foram definidos três produtos: dois na modalidade por quantidade de energia elétrica para empreendimentos de geração oriundos de fonte hidrelétrica com prazo de suprimento de 30 anos, e de fonte eólica com prazo de suprimento de 20 anos. Na modalidade por disponibilidade para empreendimentos de geração de fonte termelétrica à biomassa, carvão e gás natural, o prazo de suprimento é de 25 anos.

O custo marginal de referência do leilão será de R$ 308 por megawatt/hora (MWh). Os preços variam conforme os empreendimentos. Nos casos sem outorga e com outorga sem contrato, o valor inicial para hidrelétrico será deR$ 290/MWh; para eólico, R$ 227/MWh; e para disponibilidade termelétrica (a Biomassa, a Carvão e a Gás Natural), de R$ 308/MWh.

Nos casos de referência para empreendimento com outorga com contrato, os preços são outros: hidrelétrico (UHE maior que 50 MW), R$ 151,68/MWh; e eólico, R$ 171,82/MWh.

Para o leilão, a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) cadastrou 1.090 projetos, totalizando 59.116 MW de potência instalada.
 
Confira no quadro abaixo os empreendimentos cadastrados: 
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade