Publicidade

Correio Braziliense

Gasolina aumenta mais uma vez nas refinarias, mas diesel segue inalterado

Apesar da alta, o consumidor do DF ainda pode abastecer com valor antigo, já que o reajuste não chegou nas bombas. Em alguns postos da Estrada Parque Taguatinga (EPTG), é possível encontrar gasolina a R$ 4,20


postado em 22/08/2018 06:00

A Petrobras elevou mais uma vez o preço da gasolina comercializada nas refinarias. Com isso, o preço médio do litro do combustível A sem tributo passou de R$ 1,9762 para R$ 1,9940 hoje. Na segunda-feira, a petroleira havia aumentado o preço do derivado de petróleo em 0,89%. O diesel, por sua vez, segue inalterado com o valor de R$ 2,0316, desde 1º de junho, quando a estatal reduziu em R$ 0,07 o preço.


Apesar da alta, o consumidor do DF ainda pode abastecer com valor antigo, já que o reajuste não chegou nas bombas. Em alguns postos da Estrada Parque Taguatinga (EPTG), é possível encontrar gasolina a R$ 4,20, enquanto que, em estabelecimentos do Plano Piloto, os valores variam de R$ 4,25 a R$ 4,79.

A diferença pode resultar em uma boa economia. Por isso, a editora Ellen Cristina, 48 anos, aproveita o caminho da academia para abastecer o carro. “Quando passo em postos em que a gasolina está a R$ 4,20, abasteço. Com isso consigo economizar até R$ 0,30 por litro”, contou. Para poupar tempo quando a fila está grande, ela opta por encher o tanque com etanol que, em alguns estabelecimentos, torna a economia ainda maior.

Desde julho de 2017, a política de preços da Petrobras prevê que o valor dos combustíveis varia de acordo com a cotação internacional, o custo de importação e a variação do dólar. Desde o início da nova política de preços, o valor da gasolina nas refinarias acumula alta de 51,74% e o do diesel, tem valorização de 49,92%.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade