Publicidade

Correio Braziliense

PIB da construção deve crescer 1,3% em 2019, diz Sinduscon-SP

Resultado dependerá do crescimento de 2,5% do PIB nacional no próximo ano


postado em 04/12/2018 19:07 / atualizado em 04/12/2018 19:08

(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

O Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP) e a Fundação Getúlio Vargas (FGV) anunciaram nesta terça-feira (4/12) a estimativa de que o Produto Interno Bruto (PIB) do setor subirá 1,3% em 2019. Este resultado, porém, dependerá do crescimento de 2,5% do PIB nacional no próximo ano.

Para o SindusCon-SP, essa projeção leva em consideração o início de uma retomada neste segundo semestre e a expectativa de uma política econômica de reequilíbrio das contas públicas, reforma da Previdência e desburocratização para empreender.

Com base nos dados do PIB do terceiro trimestre divulgados pelo IBGE recentemente e alta de 0,7% na construção, o SindusCon-SP estima que o PIB da construção em 2018 deve fechar em queda de 2,4%. Ainda segundo o IBGE, a taxa acumulada até setembro do PIB da construção é de recuo de 2,6%.

Apesar do cenário negativo, o ano indica uma leve melhora, com aumento nos lançamentos e vendas, redução de distratos, crescimento do crédito imobiliário e redução no número de demissões.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade