Publicidade

Correio Braziliense

Mercosul e UE retomam negociação com expectativa de acordo até março

Nova reunião deve ocorrer na capital uruguaia na próxima semana


postado em 06/12/2018 16:56

Os ministros das Relações Exteriores dos integrantes do Mercosul discutiram retomada de negociação com Mercosul(foto: José Cruz/Agência Brasil)
Os ministros das Relações Exteriores dos integrantes do Mercosul discutiram retomada de negociação com Mercosul (foto: José Cruz/Agência Brasil)
Ministros das Relações Exteriores de países que formam o Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, pois a Venezuela está temporariamente suspensa) anunciaram hoje (6/12) que haverá uma nova rodada de negociações entre o bloco e a União Europeia para tratar de um possível acordo de livre comércio. A reunião será em Montevidéu (Uruguai) na próxima semana.

 Os ministros das Relações Exteriores do Uruguai, Rodolfo Nin Novoa, da Argentina, Jorge Faurie , do Brasil, Aloisio Nunes e do Paraguai, Luis Alberto Castiglioni, se reúnem em Brasília, para discutir detalhes do acordo de livre comércio que vem

Participaram da reunião, os chanceleres Aloysio Nunes Ferreira (Brasil), Rodolfo Nóvoa (Uruguai), Jorge Faurie (Argentina) e Luis Alberto Castiglioni (Paraguai).

O chanceler uruguaio, Rodolfo Nóvoa, disse que a expectativa é que as negociações sejam concluídas até março de 2019. O prazo, segundo ele, corresponde a uma “janela de oportunidade” antes das mudanças previstas no Parlamento Europeu.

Nóvoa fez a análise após a primeira etapa da reunião no Palácio do Itamaraty. As conversas irão até o fim da tarde.

O Mercosul e a UE discutem, desde 1999, um amplo acordo de associação, incluindo o tratado de livre comércio, embora as negociações tenham ficado completamente estagnadas entre 2004 e 2010 e só tenham sido retomadas em 2016.

Há divergências em pontos referentes à indústria automobilística e ao acesso aos mercados de produtos como a carne bovina, o açúcar e os produtos lácteos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade