Publicidade

Correio Braziliense

Leilões de energia existente movimentam mais de R$ 1 bilhão

Certames contrataram 363 megawatts médio para suprir a demanda de 2019, 2020 e 2021


postado em 07/12/2018 15:48

(foto: Reprodução/Internet)
(foto: Reprodução/Internet)
 
Os leilões de energia existente A-1 e A-2, realizados nesta sexta-feira (7/11) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) na sede da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica  (CCEE), em São Paulo (SP), resultaram na contratação de 363 megawatts (MW) médios de energia elétrica, para atender a demanda projetada de energia elétrica do Sistema Interligado Nacional (SIN) para os anos de 2019, 2020 e 2021. A movimentação estimada pelo Ministério de Minas e Energia (MME) supera R$ 1 bilhão.

A energia contratada foi proveniente de nove vendedores, para atender à demanda de nove agentes de distribuição, nos submercados Nordeste, Norte, Sudeste/Centro-Oeste e Sul. Foram contratados 190 MW médios modalidade por disponibilidade de energia elétrica provenientes de duas usinas termelétricas a gás natural, com potência de 508,86 MW, e 173 MW médios na modalidade por quantidade.

Deságios


O preço médio da energia negociada no leilão A-1, com entrega do suprimento a partir de 1º de janeiro de 2019, foi de R$ 142,99 por megawatt/hora (MWh), que resultou em um deságio médio de 15,88%, em relação ao preço-teto estabelecido de R$ 170,00/MWh. No leilão A-2, com entrega a partir de 1º de janeiro de 2020, o preço foi de R$ 161,35/MWh com deságio médio de 0,40% em relação ao preço-teto de R$ 162,00/MWh.

Nos leilões foram negociados dois produtos em cada leilão: um por disponibilidade para energia de usinas termelétricas a biomassa e a gás natural e outro por quantidade para as demais fontes, para os quais serão celebrados Contratos de Comercialização de Energia no Ambiente Regulado (CCEAR) com prazo de suprimento de dois anos. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade