Publicidade

Correio Braziliense

Witzel defende mudança no Regime de Recuperação Fiscal do Rio

O governador pretende pagar a dívida combatendo sonegação, revisando contratos, reduzindo custos e informatizando a Receita estadual


postado em 03/01/2019 09:23 / atualizado em 03/01/2019 10:49

(foto: Wilson Dias/Agência Brasil)
(foto: Wilson Dias/Agência Brasil)

O governador do Rio, Wilson Witzel, reforçou a intenção em mudar o Regime de Recuperação Fiscal assinado com a União em 2017. Em entrevista à Globo News, nesta quinta-feira (3/1) defendeu que a dívida do Rio com o governo federal seja alongada e paga com a fixação de um porcentual em cima da arrecadação.


Pelo acordo assinado no ano retrasado, a dívida acumulada do Estado foi suspensa por três anos e a suspensão pode ser prorrogada por mais três. "A recuperação fiscal precisa ter outro modelo econômico financeiro, a minha proposta é alongar essa dívida como se faz uma empresa em recuperação judicial", disse o governador. "Fica um porcentual em cima da Receita e o Estado vai pagando de acordo com a capacidade, não existe um tempo (prazo)", defendeu.

Para efetivar a proposta, o governador disse que pretende apresentar um plano demonstrando a recuperação da capacidade do Rio de pagar a dívida combatendo sonegação, revisando contratos, reduzindo custos e informatizando a Receita estadual. Witzel é contra a privatização da Companhia Estadual de Água e Esgoto (Cedae), condição imposta para o acordo em vigor.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade