Publicidade

Correio Braziliense

Com petróleo, Ibovespa tem leve alta e marca máxima acima dos 92 mil pontos

A Vale também inicia o pregão com alta importante num dia de valorização do minério de ferro no mercado chinês


postado em 07/01/2019 10:55 / atualizado em 07/01/2019 11:54

O Ibovespa abriu em leve alta nesta segunda-feira, 7, e acelerou os ganhos menos de meia hora depois. A valorização forte do petróleo favorece esse movimento, ao contribuir para a apreciação das ações da Petrobras, que anunciou nesta data que uma comissão irá investigar as causas do vazamento de óleo ocorrido em 2 de janeiro na Bacia de Campos (RJ) junto com a Modec do Brasil, que opera a unidade.

A Vale também inicia o pregão com alta importante num dia de valorização do minério de ferro no mercado chinês.

Às 10h27, o Ibovespa marcava máxima aos 92.306,91 pontos (+0,51%). Dow Jones futuro passara a subir antes da abertura do mercado brasileiro e, perto desse horário, tinha alta de 0,16%. S&P500 futuro exibia estabilidade ( 0,02%).

De todas as blue chips, somente a ON do Banco do Brasil exibia queda. Nesse horário, recuava 0,61%. A ON da Vale subia 2,57%. A ON da Petrobras avançava 1,60%, enquanto o petróleo WTI para fevereiro subia 2,54% e o petróleo Brent para março tinha alta de 2,54%.

Logo mais, às 11 horas, o presidente Jair Bolsonaro dará posse aos novos presidentes do Banco do Brasil, Rubem Novaes, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Joaquim Levy, e da Caixa, Pedro Guimarães. O evento começa às 11 horas e será no Palácio do Planalto.

Do noticiário internacional, o destaque é o início hoje de uma nova rodada de conversas entre autoridades dos EUA e da China em Pequim. A China pediu aos Estados Unidos que garantam boas condições para o progresso de discussões comerciais bilaterais e queixou-se de ter avistado um navio de guerra americano em supostas águas chinesas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade