Publicidade

Correio Braziliense

Gasolina chega a R$ 3,68, mas bandidos destroem duto de combustível

O presidente do Sindicombustíveis, Paulo Tavares, acredita que não haverá interrupções no DF, já que os tanques dos postos estão completos.


postado em 15/01/2019 06:00

(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
 

 

Um roubo de gasolina comprometeu duto da Transpetro que abastece o Distrito Federal e Goiás. A previsão mais otimista é de que o conserto só seja concluído na quinta-feira. Nesta segunda-feira (14/1), vários postos, mesmo de bandeira diferentes, já não receberam gasolina. No sistema usado pelos estabelecimentos para fazer pedidos às distribuidoras, nenhum negócio foi fechado. Estão sob a rubrica pendente. Ainda não é possível medir qual o tamanho do estoque no DF para garantir o consumo.

Com a perfuração, não se sabe se o abastecimento ficará comprometido. O presidente do Sindicombustíveis, Paulo Tavares, acredita que não haverá interrupções no DF, já que os tanques dos postos estão completos. “O rompimento foi para furto. Não haverá desabastecimento até quinta-feira”, avaliou. A Petrobras está apurando o que aconteceu, já que o duto perfurado é de responsabilidade da Transpetro, uma de suas subsidiárias.

A perfuração ocorre no mesmo dia em que a Polícia Militar descobriu um túnel de seis metros escavado no interior de São Paulo. Cinco homens foram presos na tentativa de furtar combustível de dutos. Com o grupo, a polícia encontrou mais de R$ 1,6 mil e nove celulares. De acordo com a Transpetro, não houve nenhum prejuízo, já que os criminosos não conseguiram perfurar o duto.

Mais barata

Levantamento do Correio mostra que o preço da gasolina continua caindo na capital federal. Nos 30 postos percorridos pela reportagem, o preço variava ontem entre R$ 3,68 e R$ 3,89. Nas refinarias, o litro sai a R$ 1,46, o menor valor desde setembro de 2017.

Os gerentes dos estabelecimentos apostam na competitividade, enquanto consumidores estão otimistas. O militar Temilson Lemos, 57 anos, abastece 40 litros por semana. Ontem, aproveitou o litro de gasolina a R$ 3,68. “Infelizmente a gente usa bastante o carro aqui no DF e gasta muito dinheiro. Eu estava abastecendo a R$ 4,08”, afirmou.

* Estagiária sob supervisão de Rozane Oliveira

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade